7 de ago de 2007

Tudo pode ser inovado

Há vários sites onde se pode fazer download (pago) de músicas. Mas, para provar que dá para fazer diferente até mesmo o que parece só ter um jeito de ser, o site Amie St criou um sistema de precificação diferente de todos os demais que conheço: o preço de toda faixa começa em zero e vai subindo (até o máximo de US$ 0,98 - ou menos de R$ 2,00), de acordo com a quantidade de pessoas que fazem download dela.

Ou seja: quanto mais popular uma faixa é, mais rápido seu preço sobe. Até chegar em U$ 0,98.

Além de assegurar que os que chegam mais cedo tenham alguma vantagem (provando que "Deus ajuda a quem cedo madruga"), há um componente lúdico no sistema, já que o cliente pode ter o prazer de descobrir uma música bacana antes dos outros e depois pode acompanhar o preço dela subindo.

O negócio deve ser interessante, pois a Amie St acaba de receber um novo round de investimento, capitaneado pela Amazon.