28 de mai de 2007

Para relaxar... e refletir

Aí vai uma historinha que um amigo me enviou hoje, por e-mail. Decidi publicá-la para compensar o "peso" do meu desabafo de ontem...

O CACHORRO:

Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou. Ele espantou o bicho, mas logo o cãozinho voltou. Novamente tentou espantá-lo... e foi quando viu que o animal trazia um bilhete na boca.

Pegou o bilhete e leu: -"Pode me mandar, pelo cachorro, 12 salsichas e dois filés, por favor. Assinado: dono do cachorro".

O açougueiro notou que o cachorro segurava na boca uma nota de 50 Reais. Então, pegou o dinheiro, separou as salsichas e os filés, colocou num saco plástico junto com o troco e pôs a sacola na boca do cachorro.

E, como já era mesmo hora de fechar o açougue, decidiu seguir o animal.

O bichinho desceu a rua e, quando chegou ao cruzamento, deixou a sacola no chão, pulou e apertou o botão para o sinal de pedestres. Esperou pacientemente com o saco na boca, até que o sinal ficou verde e ele pode atravessar a rua.

Açougueiro e cão foram caminhando, até que o cão parou diante de uma casa e pôs as compras junto à entrada. Então, recuou um pouco, correu e se atirou contra a porta. Tornou a fazer isso, mas ninguém na casa respondeu.

O cachorro, então, circundou a casa, pulou um muro baixo, foi até a janela e bateu com a cabeça no vidro várias vezes. Feito isso, caminhou de volta para a porta da frente, que foi aberta por um homem que imediatamente passou a bater no cachorro com um pedaço de pau.

O açougueiro correu até esse homem e o impediu de continuar espancando o cão, dizendo: - "Por Deus do céu, o que você está fazendo? O seu cachorro é um gênio!"

A pessoa respondeu: - "Um gênio? Pois sim !!! É a segunda vez esta semana que este imbecil ESQUECE DE LEVAR A CHAVE !!!".

Moral da História: você pode continuar excedendo às expectativas, mas, aos olhos de algum idiota, estará sempre fazendo menos do que deveria.