5 de mai de 2007

Atirando os paradigmas pela janela

Bossa Nova se toca com violão, certo? E harpa só serve para tocar guarânia e aquelas musiquinhas chatas de Natal, com as quais até alguns anos atrás o falecido Mappin aporrinhava a vida de quem trabalhava no Centrão de São Paulo, certo? Errado !

Uma noite dessas, no lobby do hotel Mandarin Oriental, em Miami, tinha um carinha tocando Bossa Nova e Jazz numa harpa. E tocando muito, mas muito mesmo. De todo mundo aplaudir.

Mais uma boa oportunidade para a gente se dar conta de que sempre dá para fazer diferente aquilo que sempre foi feito do mesmo jeito. Que sempre dá para inovar.