26 de set de 2008

Você pode achar que não, mas você é um vendedor

Sorria. Você é um vendedor. Como a maioria das pessoas que não trabalham no Departamento de Vendas de uma empresa, nem numa loja, você provavelmente acha que não é. Mas posso garantir a você que se costuma estar em situações em que tem que convencer alguém a fazer, ou deixar de fazer algo, ou a aceitar uma idéia ou crença, então você, assim como eu, também é um vendedor.

Afinal, não se vendem apenas produtos ou serviços. A gente também vende idéias, projetos, conceitos, crenças, metas e mais um monte de coisas. Há até momentos em que você vende a si mesmo. Por exemplo, quando está numa entrevista para tentar conseguir “aquele” emprego ou numa festa, tentando convencer “aquela” gata a lhe dar o número de seu telefone. Conscientes, ou não, estamos o tempo todo fazendo vendas.

Eu mesmo, neste momento, tentando convencer você de que, sabendo, ou não, querendo, ou não, você atua em Vendas, o que estou fazendo? Acertou: tentando vender a você um conceito, uma idéia, uma crença.