1 de abr de 2009

Uma noite com o Conselho de Jovens Empreendedores da FIESP

Ontem à noite, tive a honra e o imenso prazer de fazer uma palestra / bate-papo para mais de 100 integrantes do CJE - Conselho de Jovens Empreendedores da FIESP.

Não sei se foi bom para eles ("foi bom para você, amor?"), mas eu achei uma delícia. Altamente reenergizante.

Conviver com essa moçada me ajuda a seguir pondo em prática a lição que aprendi com meu amigo, guru e companheiro de Academia Brasileira de Marketing Edson Godoy Bueno (fundador da Amil): nunca deixar que minhas memórias se tornem maiores que meus sonhos.

Cheguei lá antes da 7 da noite. Saí de lá à meia-noite. E, no meio tempo, troquei idéias com algumas figuras surpreendentes. Algumas com 22, 24 anos de idade. E com um grau de maturidade e uma vontade de fazer acontecer que eu não tinha nem a pau, quando tinha essa idade.

Saí de lá mais tranquilo quanto ao futuro do Brasil. Apesar "de tudo o que está aí", dos nossos políticos safados, das diretorias do Senado, dos muitos empresários despreparados, de instituições frágeis, do excesso de burocracia, do cipoal legal e tributário, de uma Direita burra e uma Esquerda ainda mais burra, do baixo grau de educação e mais uma série de mazelas, este país tem jeito. Tem sim. E quem vai dar jeito nele é essa moçada empreendedora.