19 de fev de 2009

Tecnologia, Internet e empresas

Lendo meu post anterior (abaixo), percebi que não fui muito claro na conclusão. Pretendi traçar um paralelo com aquilo que muitos dizem do Lula ("conseguiram tirar Lula de São Bernardo, mas nunca vão conseguir tirar São Bernardo do Lula"). Mas a forma como o fiz deixou minha idéia nebulosa.

O que eu quis dizer é que não basta usar algum software de gestão ou adotar uma intranet ou criar um website (por mais bacana que seja) para que sua empresa esteja inserida no novo mundo dos negócios, especialmente o mundo dos negócios que vai incorporar consumidores, funcionários, prestadores de serviços, acionistas, fornecedores, influenciadores e outros stakeholders com o perfil da menina Gabi (veja meu post anterior desta mesma data).

É fundamental que a tecnologia e a Web façam parte dos produtos e serviços de sua empresa. Que tais produtos e serviços já sejam concebidos tendo a Internet e a tecnologia como parte integrante deles.

É como dizia o título de um livro que li anos atrás: a maior parte dos negócio ou serão "e-negócios", ou não existirão ("e-business or no business").