19 de jun de 2007

Dúvida...

Vendo a imagem acima, que circula hoje pela internet, me veio a dúvida: essa infinita capacidade de rir de nós mesmos e de nossas próprias desgraças é o que nos salva a todos nós, brasileiros, da insanidade ou é o que nos mantém semi-afundados nesta areia movediça de mediocridade e pouca-vergonha, da qual parece que somos incapazes de sair?

Leio os jornais, ouço rádio, assisto aos telejornais, navego pelos sites de notícias e me pergunto: até quando vamos agüentar esses Renans, Martas, Sarneys, Lulas, Sibás, Babás, Luzinhos e outros integrantes daquilo que o Pasquim, nos velhos e bons tempos, chamaria de "cambuta de fedapada"?

Será que não nos resta mais nada a fazer, senão relaxar e gozar?