21 de set de 2009

Mini faz ação de marketing com o "homem do carro amarelo"

Como toda cidade, São Paulo tem seus tipos folclóricos. Como o mendigo que escreve poesias incessantemente na Av. Pedroso de Morais e o “Homem do Carro Amarelo”. Este é um figuraço: há pelo menos uns 15 anos, nos fins de semana de tempo bom, esse sujeito estaciona seu conversível amarelo (um Miura?) em algum lugar bem movimentado e se põe ao lado dele, sempre trajando ternos de cores no mínimo estranhas (branco, amarelo, salmão...) e gravatas espalhafatosas e usando uns óculos escuros enormes, daqueles que permitem ver até aproximação de frente fria.

Sobre o carro, ele coloca um bichinho de pelúcia e ali fica, fazendo pose. Para que? Segundo ele, para ser visto.

Ele pode parecer um idiota completo. Pode até ser um idiota completo (não sei dizer, nunca conversei com ele). Mas, além de ser uma figura que todo paulistano conhece, conseguiu virar notícia na Veja São Paulo e personagem de pelo menos 3 campanhas publicitárias, como você pode conferir nos vídeos abaixo.

Este vídeo, mostra um comercial do Jornal da Tarde:

Já este mostra um comercial do Dia Mundial Sem Carro:

E este, que o Yuri Saiovici me enviou, mostra uma ação de street marketing do Mini:

A favor do homem do carro amarelo, é preciso dizer que ele conseguiu virar uma pequena celebrity sem mostrar a bunda, sem participar de reality show e sem namorar roqueiro, político, piloto de carro, nem jogador de futebol. O que é mais do que se pode dizer a respeito de boa parte das instant celebrities atuais.