16 de set de 2007

Transformando um ponto fraco numa virtude

Minha amiga sempre antenada Renata Alves Lima, cantora (das boas) e redatora (idem), foi quem tirou e me mandou esta foto da chaminé-pescoço que sai do telhado da lanchonete Yellow Giraffe, na Rua Amauri, em São Paulo. Muito bem sacada!

Como diz a Renata, a gente sempre acha que, quando se trata de uma chaminé, quanto mais invisível, melhor. Mas não precisa ser assim. Como não dá mesmo para tornar invisível uma chaminé desse tamanho, é melhor dar um jeito de fazer dela uma chaminé-outdoor, ou uma chaminé-design, sei lá. No caso, uma chaminé-pescoço-de-girafa, que tem tudo a ver com o nome do lugar.

Fez a Renata dar risada. Me fez dar risada. Fez minha mulher dar risada. Portanto, parece ser eficaz. Com diz a Renata, dá quase para a gente acreditar que a fumaça que sai de uma chaminé tão transada nem deve poluir.

Resumindo: uma solução simples e barata, que torna em virtude arquitetônica aquilo que, na visão da maioria, seria um tremendo defeito. Além de ser, como bem observa a Re, um engenhoso drible na Lei Cidade Limpa. Nota mil para quem teve a idéia de pintar essa chaminé.