3 de set de 2007

Mídia à flor da pele

Quem já correu uma maratona (42km 195m – e é sempre bom não esquecer dos 195 metros, pois são os mais difíceis) sabe o quanto é importante saber em quanto tempo você está conseguindo correr cada km e a quanto deverá correr cada um... se quiser completar a prova dentro de um tempo pré-programado. Todo maratonista carrega sua tabelinha, geralmente na forma de um cartãozinho plastificado a ser levado na bolsinha de cintura, junto com as bisnagas de repositor de carboidrato (os powergels da vida), os sachezinhos de sal e dois ou três comprimidos de analgésico. Ou então presa ao braço, como uma pulseira. Nada confortável.

Pois a empresa americana PaceTat, sediada em Washington, DC, sacando isso, resolveu oferecer tabelinhas que são impressas na hora, de acordo com o ritmo que cada corredor pretende fazer e que podem ser coladas na pele do braço, como se fossem tatuagens temporárias (ver foto). E vende espaço publicitário nesses tattoos. Um mercado interessante para muitos anunciantes, especialmente quando se leva em consideração que os cerca de 40 Milhões de corredores americanos têm uma renda familiar anual média de US$ 113 mil. Quantas empresas não gostariam de ter cada um desses caras com sua marca tatuada na pele... nem que sejam por algumas horas?