17 de mar de 2008

Como evoluiu mais uma logomarca: Starbucks

A maioria dos que hoje freqüentam as lojas Starbucks não sabe que a logomarca não foi sempre do jeito que é. Na verdade, o que depois virou Starbucks começou com outro nome: Il Giornale.

Em 1986, depois de haver tentado (em vão) convencer os donos originais da Starbucks (da qual era empregado) a direcionarem seu foco para a abertura de pontos de venda de café espresso, Howard Schultz resolveu abrir seu próprio negócio. E inaugurou uma pequena cafeteria chamada Il Giornale, que durou de 1986 a 1987. A logomarca do empreendimento era assim:

Em 1987, os tais donos decidiram sair do negócio e venderam a Starbucks para Schultz. Foi aí que começou o processo de transformação do que era então uma distribuidora de café empacotado na maior cadeia de cafeterias do mundo.

A primeira logomarca da Starbucks, desde a fundação da empresa em 1971 até 1987, quando Schultz assumiu o comando, foi esta:

Ao assumir o negócio em 1987, Schultz resolveu fundir as duas logomarcas, mantendo a sereia de duas caudas da Starbucks, mas adotando o verde do Il Giornale. O resultado, utilizado de 1987 a 1992, foi este:

Em 1992, Terry Hecker, que havia desenhado a logomarca-fusão, deu uma mexida nela para deixá-la mais contemporânea. E criou o desenho que é utilizado até hoje: