1 de nov de 2007

Arezzo vira negócio da China

Os diretores da Arezzo estão na China, onde assinaram, ontem, um contrato para implantar, ainda em 2008, 12 lojas franqueadas em Shanghai e Beijing.

Depois de anos de pouca atividade no Exterior, os franqueadores brasileiros finalmente acordaram para o fato de que "o mundo é plano" e que é preciso expandir suas redes além-fronteiras. Aliás, o interesse na expansão internacional de redes de franquias é tanto que, no dia 21, aqui em São Paulo, o Grupo Cherto vai realizar um Workshop sobre o tema, inclusive com palestras de nossos consultores associados do México e da Espanha. Depois eu volto a este tema.

A expansão da Arezzo para o mercado chinês mostra que, se é verdade que exportar apenas produtos é muito difícil, exportá-los como parte de um "modelo de negócio", como é a franquia (que inclui modelo de ponto de venda, capacitação, Marketing, suporte, etc.), agrega valor ao produto e o torna mais atraente, viabilizando a operação.

Parabéns para a moçada da Arezzo. Enquanto tanta gente está comprando da China, eles conseguem fazer o caminho inverso, exportando suas lojas e seus produtos para lá. Testemunhar ações ousadas e inteligentes assim me dá orgulho de ser brasileiro.