31 de ago de 2009

Benefícios da redução da Carga Tributária

Luiz Marinho avisa pelo Twitter: o IPEA vai divulgar amanhã o efeito altamente positivo da redução do IPI sobre os automóveis: segundo Marinho, vai mostrar que cada real gasto a mair gerou outros R$ 3,76 na cadeia produtiva.

Só um cego não vê que reduzir a Carga Tributária é bom para o país.

Show de Matemágica

Arthur Benjamin mistura Matemática e Mágica. A rapidez com que o cara faz cálculos de cabeça é impressionante. É uma pena que o vídeo não tenha legendas em Português:

Mezanino em novo espaço

A galeria Mezanino, de meu cunhado Renato De Cara, inaugura nesta quarta-feira seu novo espaço, nos fundos da loja de Alexandre Herchcovitch, na rua Haddock Lobo, 1151, em São Paulo.

O novo espaço abre com uma mostra de fotos, pinturas, desenhos, gravuras e outros objetos dos próprios Alexandre e Renato e de outros artistas como Roberto Setton (de quem minha mulher me deu recentemente umas fotos maravilhosas), Dado Barrichello, Paulo Bega, Guto Seixas e mais um monte de gente bacana.

29 de ago de 2009

Um ótimo programa em SP - e de graça

Na FAAP, em São Paulo, duas ótimas exposições, que vale a pena visitar: as roupas que Christian Lacroix desenhou para várias produções teatrais e o acervo de esculturas da própria FAAP. A entrada é franca, tanto para uma, como para a outra.

Embora os objetos expostos sejam maravilhosos, nas duas mostras o que mais me atraiu foi a montagem. Como é que, nos dois casos, eles conseguem fazer aquelas projeções na parede à volta da sala toda? Quebrei a cabeça e não descobri. Só vi um único projetor no teto de cada sala. Como a imagem que sai dele se reproduz tantas vezes? Se alguém descobrir, por favor me conte.

28 de ago de 2009

Cuidado se for a algum evento na Fecomércio !!!

Evite deixar seu carro no estacionamento da Fecomércio, em São Paulo, o qual é operado pela empresa ICO. Minha mulher deixou, rasparam o paralama, o Encarregado (Sr. Givanildo) na hora de entregar o carro disse a ela que não se preocupasse, que a empresa assumiria a responsabilidade pelo dano.

E até agora... apenas enviaram a ela duas correspondências bem no estilo "não-temos-nada-com-isso" e "a-senhora-é-que-tem-que-provar-que-o-dano-aconteceu-no-nosso-estacionamento". Como se isso fosse possível, a esta altura do campeonato.

Por confiar no tal Encarregado, minha mulher não lavrou um Boletim de Ocorrência, que é o deveria ter feito assim que deixou o tal estacionamento.

É isso que dá confiar em quem não merece confiança.

Será que não há camêras de vídeo que mostrem que o carro entrou lá sem o estrago e saiu estragado?

Ou será que as câmeras desse estacionamento são iguais às câmeras de segurança do gabinete da Dilma, que só registram (e guardam) o que interessa? Na linha "sorria-você-não-está-sendo-filmado"?

27 de ago de 2009

25 de ago de 2009

Novo serviço na Franchise Store

Ainda não posso contar o que é, mas em breve a Franchise Store vai passar a oferecer um novo serviço que (modéstia às favas) vai revolucionar (outra vez) o mercado brasileiro de franquias. Aguarde...

Num mundo que muda o tempo todo, a um ritmo cada vez mais alucinante, um dos segredos do sucesso é inovar continuamente. Nunca se acomodar. Nunca achar que o sucesso já alcançado é suficiente, nem muito menos é garantia de sucesso futuro. Quem para, dança.

Empresa que dura é empresa que se reinventa o tempo todo. Graças a Deus, porque meus sócios e eu adoramos nos reinventar.

O modelo clássico de motivação de pessoas não funciona a maior parte do tempo

Anos atrás, quando ele ainda era um jornalista relativamente anônimo, conhecido apenas de um pequeno grupo que sabia que era ele quem escrevia os discursos do então Vice Presidente dos EUA Al Gore, por um golpe de sorte consegui entrevistar Dan Pink (depois autor de vários livros de sucesso) para a newsletter do Grupo Cherto.

O resultado foi tão bom, que a tal entrevista acabou reproduzida em vários veículos. Não por mérito meu, mas porque Dan é daqueles caras que têm muito o que dizer e sabem como fazê-lo.

Nesta palestra, que fez num dos eventos do TED, Dan fala sobre a motivação de pessoas e equipe. E porque muitas coisas que, em tese, deveriam funcionar, na verdade não funcionam. Se você, como eu, é responsável pela gestão de pessoas, vale a pena assistir:

24 de ago de 2009

"Ai, que saudades eu tenho da aurora da minha vida...

... da minha infância querida, que os anos não trazem mais".

Meu amigo Rico também ficou com saudades do tempo em que era pequeno, ao assistir a este comercial:

23 de ago de 2009

Programa ótimo para um domingo chuvoso...

Hoje de manhã, minha mulher (que é arquiteta e tem uma empresa que cria colchas, almofadas, cortinas e outras peças em tecido que, modéstia à parte, são espetaculares) e eu visitamos a exposição do designer francês Patrick Jouin, no Instituto Tomie Ohtake.

Saímos de lá maravilhados. O cara é bom paca. Se você se interessa por Arquitetura e Design, recomendo que vá lá. A casa que ele e a equipe projetaram para um milionário malásio, os projetos que ele criou para restaurantes na França e em Las Vegas (incluindo não só o salão do restaurante, mas também pratos, talheres, móveis, luminárias e o escambau), a suíte WOW para os hotéis W, as bicicletas Velib (veja foto) e a estação automatizada de locação delas e até as espátulas e panelas desenhadas por ele são o máximo.

A exposição vai até o dia 27/9 e o ingresso custa ZERO. E você ainda pode visitar a Livraria Gaudí, que fica no próprio Instituto e tem coisas bacanas por preços honestos.

Discurso de Steve Jobs em Stanford - vale a pena assistir

Heloisa Borges foi quem me enviou o link para estes vídeos que mostram (com legendas em Português) o discurso que Steve Jobs fez, algum tempo atrás, como Paraninfo na formatura de uma turma de graduandos da Universidade de Stanford.

Como o próprio Jobs afirma, foi o mais perto que ele chegou de uma formatura, já que nunca cursou uma universidade (embora tenha assistido, como ouvinte, um curso de Caligrafia... que foi o responsável pelos micros Apple oferecerem a possibilidade do usuário optar por tipos de letras maravilhosos... mais tarde imitados pela Microsoft). Pensei que já havia postado estes vídeos aqui tempos atrás, mas, como não os encontrei, se postei estou postando de novo.

Parte 1:

Parte 2:

22 de ago de 2009

Mercadante = macho, pero no mucho (2)

Com aquele bigodão, o Senador Mercadante parecia macho paca, né não?

Mas, pensando bem, Fred Mercury também tinha bigode...

Mercadante = macho, pero no mucho

Falando em canalhice, com a revogação de sua renúncia "irrevogável" (???), Mercadante deu as costas à opinião pública. E deu algo ainda mais importante a Lula...

Não, leitor de mente suja, não estou me ferindo AO RABO. Refiro-me À ALMA.

Se bem que...

21 de ago de 2009

Ruth Cardoso faz muita falta ao Brasil

Recebi meu exemplar do Livro de Ruth, de Margarida Gordinho, com imagens e textos que contam a trajetória de Ruth Cardoso.

Ao folheá-lo, me emocionei ao encontrar uma foto em que apareço ao lado de Ruth, da antropóloga Helena Sampaio e da arquiteta pernambucana Janete Costa (falecida em novembro do ano passado).

Essa foto foi tirada na cerimônia de fundação da Central Artesol, entidade sem fins lucrativos criada para levar adiante o programa Artesanato Solidário. Foi um prazer e um privilégio trabalhar com Ruth no Conselho Diretor dessa ONG ao longo de 5 anos. Aprendi muito com essa mulher e com seu jeito de ser.

A conta certa entre a doçura e a firmeza, Ruth Cardoso era uma pessoa iluminada, capaz de fazer uma diferença positiva na vida de qualquer pessoa que dela se aproximasse. Inclusive na minha.

Ela era um exemplo para todos os que ocupam cargos públicos e para os integrantes da chamada "elite brasileira".

Mesmo quando "Primeira Dama" do Brasil (título que ela odiava e negava com todas as suas forças), nunca perdeu a simplicidade nem a consciência de sua origem. Nunca se afastou um mílimetro de seus valores, não se deslumbrou com a pompa e o puxa-saquismo, não perdeu a elegância e a compostura, nem deixou, por um segundo sequer, de ser ela mesma.

Ruth faz uma falta desgraçada a este país, em cuja esfera pública a canalhice e a cafonice prevalecem.

Deus é um designer? Ou a Sequência de Fibonacci

Foi meu amigo Gândara quem me enviou o link para o vídeo abaixo:

20 de ago de 2009

Franchising University tem vagas esgotadas

Nos dias 24 a 28 deste mês, acontecem em São Paulo as aulas da 51ª Turma (uma Boa Idéia!) da Franchising University (a cargo da divisão de Educação Corporativa da GrowBiz), o mais completo curso do Brasil para quem pretende conceder franquias. As vagas estão esgotadas há alguns dias e já tem gente se inscrevendo na Turma 52, que só deverá acontecer no início do ano que vem.

E pensar que, quando criamos esse curso, em 1993, tínhamos dúvidas se ele conseguiria chegar até a 10ª Turma. É bem verdade que tudo nele vem sendo alterado e aprimorado a cada Turma. O curso, tal como é hoje, tem muito pouco a ver com o original.

Aliás, toda vez que você vê uma empresa, um produto ou um serviço que já dura mais de 10 anos, pode estar certo de que o mesmo foi extinto e reinventado várias vezes desde que nasceu. O segredo do sucesso que dura algum tempo está na capacidade de se reinventar continuamente, sempre de olho nos interesses, anseios, necessidades e inquietações (reais ou percebidos) do seu público-alvo.

Orquestra Spok Frevo

Dica do leitor Mateus Rabello. Se vierem tocar em São Paulo, vou assistir, sem dúvida. Confira:

19 de ago de 2009

Belíssimo show

Acabo de chegar da Sala São Paulo. A Banda Mantiqueira magistral, como sempre. E o cubano Paquito D' Rivera não só toca paca, como é uma simpatia. O "duelo" de clarinetes dele com Proveta, tocando um chorinho do grande Pixinguinha, foi antológico. Com o perdão da expressão, foi do grande cacete.

Franchise Store na TV Aparecida

A invadora loja que vende franquias de mais de 60 marcas de diversos segmentos e também uma noção do que significa (e o que é preciso para) ser um franqueado ou ser um franqueador:

Parte 1:

Parte 2:

18 de ago de 2009

Ainda o site da Pequenas Empresas Grandes Negócios

Clique aqui para ler a resposta que dei à pergunta: Franquia ou Filial?

Pra quem não conhece a Banda Mantiqueira

Embora não tenha nem um décimo da energia de uma apresentação cara-a-cara, o vídeo abaixo dá uma idéia do porque a Mantiqueira é minha banda favorita:

Sarney vira pizza !

Clique aqui para ler a notícia que o Rico me enviou há pouco: Sarney agora é nome de pizza.

Programa imperdível

O saxofonista e clarinetista cubano Paquito Rivera se apresenta, amanhã, com a Banda Mantiqueira, na Sala São Paulo.

Minha banda favorita, na minha sala de espetáculos favorita? Não perco nem a pau.

O Livro de Ruth

Margarida Cintra Gordinho, que foi minha colega no Conselho-Diretor da Central Artesol (ONG que fundamos junto com Ruth Cardoso, para tocar o programa Artesanato Solidário), lança hoje, em São Paulo, um livro sobre a saudosa Ruth, recheado de fotos e textos muito interessantes.

Que perdoem Margarida e também meus amigos Bia e Paulo Henrique, filhos de Ruth e de FHC, mas estarei fora de São Paulo e não vou conseguir ir ao lançamento. Mas amanhã mesmo vou mandar comprar o livro.

17 de ago de 2009

Ainda A Partida, o filme

Dica do meu amigo Passarinho: você já encontra o filme A Partida em DVD.

Minha dica: prepare o lenço, que você vai chorar paca. Até eu, normalmente frio para essas coisas, numa das cenas finais fiquei com os olhos mareados.

Tem gente que sai do cinema e vai chorando pela rua. Mas aí já são aquelas pessoas que choram até em Globo Rural e comercial de comida pra cachorro...

Walter para Presidente

Diga aí: Walter é bem mais simpático que a Dilma, né não? E que o Serra também. Para não falar do Ciro.

16 de ago de 2009

Filme imperdível = A Partida

Se você gosta de cinema, não pode perder A Partida. Acabo de assistir e achei um dos filmes mais bonitos e comoventes que já vi. A dica foi do meu amigo Samuca Seibel (da Livraria da Vila) e ele estava coberto de razão ao dizer que é um filme que a gente TEM QUE VER.

Em São Paulo, só está passando num único horário (18:50h), num único cinema (o pouco confortável e pouco conveniente HSBC Belas Artes). Mas vale o sacrifício.

Clique sobre a imagem abaixo para assistir ao trailler (com legendas em Inglês - o filme é todo falado em Japonês), aproveitando para ter uma amostra da trilha sonora, que é simplesmente espetacular:

15 de ago de 2009

O que eu digo pros meus filhos, doutor?

Ontem, indo para Congonhas (para voar até Porto Alegre, onde eu tinha uma reunião), o taxista (de um ótimo nível, um cara que evidentemente estudou) puxou papo. Falamos sobre o Congresso Nacional, Sarney, Collor, Renan e outros seres nocivos.

Já estávamos quase no aeroporto, quando o cara disparou, quase como um desabafo: "Doutor, me diga aí, o senhor que estudou mais que eu. Como é que eu digo para meus filhos que o bom é ser decente, honesto? Como é que eu os convenço de que, no final, o bem triunfa? Como, Doutor, se está na cara que o mal é que sempre triunfa, sempre triunfou e sempre vai triunfar?"

E eu respondi a ele: "Meu amigo, se você encontrar uma resposta, me diga, porque eu estou no mesmo dilema. Também estou em busca de um jeito de dizer para os meus filhos, sem mentir para eles, que, no final, os Renans, Sarneys, Collors, Lulas, Dirceus, Delúbios et caterva vão se dar mal. E que gente como eu e você, que rala 10, 12, 14 horas por dia para ganhar dignamente, com o suór do próprio rosto e sem fazer putaria, o pão de cada dia, é que irá triunfar"

Você também, leitor, se souber me dizer como faço para dizer isso para os meus filhos sem ser um mentiroso, me diga. Que eu, sinceramente, não sei.

A definição do Congresso Nacional (by José Simão)

Tá lá na coluna do Zé Simão, na Folha de S. Paulo de hoje:

"Se gradear vira zoológico, se murar vira presídio, se cobrir com lona vira circo, se botar lanterna vermelha vira puteiro e se der a descarga não sobra ninguém".

13 de ago de 2009

Minha nova coluna no site da Pequenas Empresas Grandes Negócios

Clique aqui para ler o artigo em que digo que a gente só vê o que está programado para ver. E mostro o que isso tem a ver com os resultados da sua empresa.

12 de ago de 2009

A primeira moto elétrica da Orange County Choppers

Aí vai a foto da primeira motocicleta elétrica projetada pela empresa Orange County Choppers, que você talvez conheça da TV (e que, apesar do nome, é sediada em Nova York). Belo design, não?

Comercial hilário

Veja o comercial que o Rico me enviou há pouco. A dúvida é: e mulher que não tem o aparelho, como faz para fazer um exercício mais ou menos na mesma linha?

Minha primeira coluna no site da Pequenas Empresas Grandes Negócios

Clique aqui para ler a íntegra dessa coluna, que trata dos ingredientes que não podem faltar na receita de uma empresa de sucesso.

Esclarecendo dúvidas dos leitores da Pequenas Empresas Grandes Negócios

Clique aqui para ler a resposta que dei ao leitor da PEGN que queria saber como sobreviver num mercado altamente competitivo quando você pratica preços mais altos que os dos concorrentes.

11 de ago de 2009

Estas fotos não são fotos

Veja as fotos abaixo. Na verdade, não são fotos. Consegue adivinhar o que são? Confira as imagens e depois leia a explicação abaixo delas.

São desenhos feitos pelo artista espanhol Juan Francisco Casas, usando apenas e tão somente canetas BIC azuis, dessas comuns, que a gente compra por nada em qualquer biboca. E que, como escrevi num post recente, aqui neste blog, são um dos objetos com melhor design que eu conheço.

9 de ago de 2009

Outra brilhante atuação de Jeff Dunham

Esta, do Ahmed (ou Achmed?), o Terrorista Morto, foi meu filho quem me mostrou no You Tube:

7 de ago de 2009

Pequenas Empresas, Grandes Negócios

Passo a colaborar com o novo site da revista PEGN, respondendo a perguntas de leitores (como, por exemplo, esta que você acessa clicando aqui) e escrevendo uma coluna mensal.

Vergonha nacional

Renan e Tasso batem boca no Senado, mostrando que, como já escrevi aqui, o poço lá tem um montão de subsolos: sempre é possível a nossos senadores descer um pouco mais na escala da baixaria.

Enquanto isso, estudo publicado agora mostra que, no Brasil, apenas 30% da população entre 25 e 64 anos completou o ensino médio. Enquanto nos EUA esse percentual chega a 88%.

Parece que nossos congressistas não se dão conta de que têm muito mais o que fazer do que ficar metidos em putarias e baixarias.

Será que isso nunca terá fim? Nunca vai melhorar? Vai seguir piorando a cada dia, cada mês, cada ano, cada legislatura?

6 de ago de 2009

Desabafo...

E não é que meu filho vai ter que passar por mais uma cirurgia no cotovelo? Maldito skate !!!

Um pouco de diversão, para tornar o dia mais leve

Adoro um show de ventríloquo bem feito. O leitor Horácio foi quem me enviou este, do genial Jeff Dunhan, gravado em 3 partes:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

5 de ago de 2009

Como será que se designa quem nasce nessa cidade?

Na Áustria, uma cidade tem enfrentado um problema sério: o frequente furto das placas com o nome da própria cidade. Também, pudera! Confira o nome do vilarejo na foto que o Rico me enviou:

Depois que eu soube que em Santa Catarina tem uma revenda Fiat chamada Fuck e que em Minas Gerais tem um povoado chamado Puta que Pariu, nada mais me surpreende, em matéria de nomes de localidades e acidentes geográficos.

Também já postei este, mas...

... foi numa telinha pequena e coisa e tal. Aí vai em tela grande: o melhor discurso de homenagem a uma noiva que eu já vi na minha vida:

Se já viu, vale a pena ver outra vez

Acho até que já postei este vídeo aqui. Mas como nem eu mesmo consegui encontrá-lo, achei que valia a pena postá-lo novamente. Ele deixa claro que os empreendedores podem mudar o mundo. E, de fato, eles o tem mudado.

Cruzeiro maritimo é carne de vaca. Qualquer um faz.

Agora, cruzeiro aéreo sim, é coisa para bem poucos.

Veja abaixo as fotos que o meu amigo Lacaz me mandou (e mais algumas que achei fuçando a Internet), do Hotelicopter: um hotel montado à bordo de um mega-helicóptero soviético Mil V-12 totalmente reformado.

O bicho tem o conforto de um belo 5 estrelas em 18 suítes com cama de casal, revestidas com material anti-ruído e equipadas com TV, mini-bar, acesso wireless à Internet, mini-bar, chuveiro e todas as amenidades de praxe num 5 estrelas.

Como se isso fosse pouco, diz o Lacaz que ainda são oferecidos serviços de baby-sitting, instrutor de yoga e hidromassagem e tratamento termal, além de sala de jogos.

O primeiro cruzeiro tem um roteiro de duas semanas saindo de Nova Yor e passando pelas Bahamas, Jamaica, República Dominicana e Miami, antes de voltar a Nova York.

Confira as fotos:

Assista também ao vídeo:

Gostou? Pena que o Hotelicopter não exista e que tudo não passe de uma bem sacada jogada publicitária da empresa Yotel, que opera pequenos hotéis práticos, econômicos e charmosos próximos aos aeroportos de Gatwick e Heathrow, em Londres, e Schphol, em Amsterdam. As imagens dos quartos que aparecem acima, aliás, são de quartos reais desses tais hotéis.

É impressionante a velocidade com que esse negócio circulou pela Internet, com muita gente acreditando que era verdade.

E, com a tecnologia evoluindo do jeito que vai, quem sabe um dia alguém não constrói mesmo um hotel voador, desse jeitinho das fotos e do vídeo acima?

Ah, se a moda pega...

Como diz o Rico (que me enviou a imagem abaixo), "ah, se essa moda pega...":

TI = Tecnologia da Informação ou Trevas do Inferno?

Muita gente sabe que meu sócio Dagoberto Hajjar (fundador da Advance, uma das consultorias com as quais fundimos a Cherto Consultoria e a Cherto Educação Corporativa para formar a GrowBiz) entende paca de Marketing e de Vendas.

Pouca gente sabe que ele é graduado em Física e em Matemática. E que, tendo sido diretor da Microsoft durante 10 anos, entende um bocado de TI.

Graças a ele, conseguimos unificar o conteúdo de 6 servidores e de 3 sites sem que a maior parte da própria equipe da GrowBiz percebesse. Ou seja: sem causar grandes transtornos a quem quer que seja.

Para quem já lidou com (ou foi afetado por) esse tipo de coisa, parece um milagre. Afinal, como diz quem entende desse troço, "technology sucks".

Por isso, faço questão de fazer aqui um elogio público ao meu sócio. O cara é bom mesmo.

4 de ago de 2009

Quem nunca sonhou com uma casa na árvore?

Você conhece a Amazon Treehouses? Nada a ver com o Amazonas, a empresa fica em Irvine, na Escócia. Amazon é só marca.

Clique aqui para visitar o site dos caras. E morra de inveja de quem pode ter uma das casas que eles fazem.

3 de ago de 2009

Foto inédita da chegada do Homem à Lua

Foi o Jonas Nakamoto quem me enviou:

Estou cheio dos politicamente corretos!

Aqui vai mais um bom texto do meu amigo (e parceiro em vários projetos) Clemente Nobrega, publicado no seu blog (que, se v. não lê, deveria passar a ler):

Este blog é a favor de políticas que busquem um “campo de jogo nivelado” para todos. Igualdade de oportunidades, não de “representação”. Há um mundo de diferenças entre essas duas coisas. Vou explicar.

Se alguém não tem chance de ser selecionado para entrar num jogo (por sua história, herança e condições), sou a favor de medidas especiais que o preparem para isso. Peparação subsidiada, cursos gratuitos, bolsas TEMPORÁRIAS(emd inheiro), programas especiais de qualificação etc… Isso, repito, para que tenha uma chance mínima de atingir os requisitos que o nivelariam aos demais na competição para entrar no jogo.

Os que tiverem mérito para entrar, entrarão. Não poderão ser barrados por serem pretos, índios, mulheres; por pertencerem a certa casta, ou etnia. Se quiserem barrá-los por esses motivos, defendo até a violência como reação.

O ponto central é este: a representação, tanto na entrada como na saída, tem que ser conseqüência da performance de cada um. Se 100% dos mais qualificados forem pretos, teremos 100% de pretos representados (pense num time de baskete da NBA). Se zero por cento forem pretos, não teremos pretos. Mulheres, idem. Índios, do mesmo jeito. Políticas de Afirmative Action, para mim, são só para garantir igualdade de condições na entrada da disputa, nunca para garantir que certo percentual desta ou daquela “minoria” tenha representação garantida.

Não acho que quem não “está lá” ou não “chega lá”, tenha sido necessariamente “excluído”. Pode ter simplesmente ficado de fora, sem “culpa” de ninguém.

PS: É por isso que acho dúbias, confusas e até maliciosas, observações como a citada na coluna do Ancelmo Góis em “O Globo” de 06 de Julho: “Do ator Paulo Betti, na Tenda dos Autores [na última FLIP], ao ver a elite branca que dominava a platéia da mesa com Chico Buarque: — “não há um só negro aqui”.

O que quer dizer isso? Será que ele acha que os negros foram excluídos a porretadas na entrada? Que devíamos criar uma sessão especial “Chico Burque para minorias”, ou o quê?

Quer mudar o mundo,leitor? Então, cuidado com os bons! Cuidado com os generosos!

E eu acrescento, por minha conta: cuidado com os politicamente corretos !

Dura lex, sed lex - Fagundes pisou na bola

Antonio Fagundes pisou na bola (e pisou feio) ao afirmar, em entrevista publicada em jornais de grande circulação, que não vai cumprir a lei que determina que não se fume em locais públicos fechados.

Até simpatizo com o cara. Mas uma figura pública como ele não pode fazer uma coisa dessas.

A lei é para todos. Ou, como diziam os Romanos, dura lex, sed lex. A Lei é dura, mas é a lei. Adágio que, quando eu era moleque, era muito bem utilizado numa campanha de um fixador para cabelos masculinos que mais parecia uma versão um nadinha mais branda da Super-Bonder. O slogan permance vivo na minha memória, mesmo depois de passados uns 40 anos: dura lex, sed lex: no cabelo, só Gumex.

Voltando ao Fagundes: conhecendo este país, é bem possível que ele, ao descumprir a lei anti-fumo, permaneça impune. Afinal, trata-se de um ator Global. Eu sei, eu sei, grande bosta e coisa e tal, mas tem gente (incluindo algumas chamadas autoridades) que acha que um ator global é um ser acima de todas as coisas. Inclusive da Lei.

O pior é que a atitude arrogante de Fagundes certamente vai inspirar um bando de zé-manés a também transgredir a lei. Afinal, "se-o-fagundes-pode-eu-também-posso-e-coisa-e-tal"... E é aí que a porca vai torcer o rabo. Pois esses zé-manés vão se ferrar. Simplesmente porque não terão o poder da "carteirada" que o homem tem e podem dançar, sem choro, nem vela.

Ô moçada, vamos lembrar aí aquele sábio ditado nordestino: em briga de pedra, garrafa não entra.

Até segunda ordem, a lei anti-fumo é pra valer. E a maioria dos não-fumantes que estão dizendo nas pesquisas que não vão delatar os fumantes e os estabelecimentos que descumprirem a norma legal estão apenas sendo "politicamente corretos" (arghhh!). Na prática, vão dedar mesmo. Principalmente se puderem fazer isso no anonimato.

Quem não fuma tem o maior bode de quem fuma em espaços público. E ponto final.

E aqui vai um recadinho para o Fagundes: se é para lutar por alguma causa ou contra alguma injustiça do Executivo, do Legislativo ou do Judiciário, porque você não coloca toda essa sua globice a serviço da luta pela melhoria do ensino público (de do privado também), pela melhoria da saúde e da segurança, pela redução da carga tributária, pela moralização do Poder Público, etc.?

2 de ago de 2009

Moleque criado em boteco dá nisso

Foi o Christiano Evers, da equipe da Franchise Store, quem me enviou o link para este vídeo. O moleque é impressionantemente safo. Se bobear, acaba eleito senador:

Prevenindo-se contra a Gripe - solução para o fim dos estoques de máscaras

A sugestão é do Gândara:

1 de ago de 2009

Alguém me explica?

Como ou sem razão, várias escolas e faculdades públicas e privadas de São Paulo decidiram adiar as aulas, com o objetivo declarado de evitar aglomerações de jovens e crianças em ambientes fechados, o que poderia acelerar a disseminação do vírus da chamada gripe suína.

E para onde a molecada e a rapaziada foram? Para os shoppings, cinemas e baladas. Ou seja: se enfurnaram em ambientes fechados e cheios de gente, onde o vírus pode se espalhar à vontade.

Alguém me explica?

A melhor palestra (usando Powerpoint) a que já assisti

Se quiser se aprofundar no tema, clique aqui para ler o Technical Paper publicado pelo palestrante.

Essa palestra aconteceu de verdade numa das reuniões da muito séria American Association for the Advancement of Science (AAAS), a Associação Americana para o Progresso da Ciência. O que mostra que cientista também pode (e deve) ter senso de humor.

Evidentemente, além de ser um momento de descontração, é também uma crítica mordaz (e muito bem feita) contra esse montão de palestras vazias e chatésimas apresentações em Powerpoint que você e eu somos obrigados a assistir. Principalmente quem trabalha em grandes corporações ou milita em entidades e associações de classe.

Se já viu, vale a pena ver de novo = "não se assuste; assuste"

O viral / institucional abaixo não é novo. Foi criado pela Talent para divulgar sua linha de ação BOO ("não se assuste; assuste !") e eu mesmo já postei o link aqui, tempos atrás.

Mas revendo-o hoje cedo achei que valia a pena voltar a postar o filme, agora de um jeito mais fácil de ver e com uma tela maior.

Veja que coisinha bem feita, que enche de minhoca (no sentido mais positivo da expressão) a cabeça dos prospects (e dos clientes atuais) da agência: